Manejo da Resistência de Pragas
a Táticas de Controle

PROMIP assessora e desenvolve programas preventivos e curativos na área de resistência de artrópodes a táticas de controle. A empresa possui corpo técnico qualificado, estrutura e equipamentos para a realização de bioanálises toxicológicas visando a caracterização, detecção e monitoramento da resistência de pragas-alvo através de métodos genotípicos (caracterização da suscetibilidade e monitoramento com uso de concentrações diagnósticas) e fenotípicos (“F1 e F2 Screen: estimativa de alelos resistentes”) que são oferecidos na forma de prestação de serviços à seus clientes, sejam esses produtores rurais, empresas rurais ou empresas formuladoras e/ou fabricantes de produtos químicos, biológicos ou proteínas inseticidas.

Para a realização desse tipo de estudo a empresa mantém em seu laboratório de entomologia, populações suscetíveis de referência de diferentes espécies de pragas-alvo as quais são utilizadas para a caracterização da suscetibilidade (linhas básicas de suscetibilidade) e determinação das concentrações diagnósticas empregadas nos trabalhos de monitoramento da resistência em populações de campo.

PROMIP mantém participação ativa no Comitê Brasileiro de Ação à Resistência de Inseticidas (IRAC-BR) assessorando e colaborando no processo de avaliação dos problemas relacionados com a evolução da resistência de diferentes pragas-alvo em campo. Desde 2009 a empresa tem realizado estudos para a caracterização e monitoramento da resistência em populações de mosca-branca (Bemisia tabaci biótipo B), lagarta-falsa-medideira (Chrysodeixis includens)percevejo marrom (Euschistus heros), além da coleta e transporte de populações de outras pragas para estudos de monitoramento da resistência.

Confira outros serviços prestados pela PROMIP