Categoria

Eventos

Treinamento em Socorro discute tecnologias em controle biológico e alta produtividade para abacateiro

No próximo sábado, dia 19 de maio, será realizado em Socorro/SP um treinamento técnico para produtores de abacate da região. O evento conta com a parceria da PROMIP.

O treinamento abordará todas as etapas produtivas da cultura do abacate, desde a produção da muda até pós colheita: adubação, poda, pragas e doenças.

“A intenção é que o produtor tenha mais ferramentas, alternativas para o controle de pragas e manejo da adubação para uma fruta de melhor qualidade, para que o produtor tenha maior rentabilidade e comercialização”, explica o engenheiro agrônomo Bruno H. Leite Gonçalves, do Programa de Pós-graduação em Horticultura da UNESP Botucatu (Universidade do Estado de São Paulo), que será o palestrante na parte da manhã.

No período da tarde, o time técnico da PROMIP representado pela Dra. Lillian Silveira Pereira, apresentará aos agricultores ferramentas biológicas para o controle de pragas no abacateiro. O Trichomip P são microvespas parasitoides da espécie Trichogramma pretiosum conhecidas por parasitar ovos de lepidópteros (mariposas e borboletas), evitando o desenvolvimento da praga. Após a apresentação será feita uma demonstração da aplicação do produto via drone.

ABCBio – Curso Manejo Integrado de Pragas e os Biodefensivos: Agentes Macrobiológicos Parte II

A Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico continua com seu projeto de capacitação online para revendedores, consultores e agricultores interessados em conhecer melhor os usos e aplicações de defensivos biológicos na agricultura brasileira.

Neste novo episódio, o quinto da série, você vai entender mais sobre como um produto macrobiológico é composto. Confira:

CONHEÇA AS SOLUÇÕES BIOLÓGICAS DA PROMIP NO I SIMPÓSIO DE FRUTICULTURA TROPICAL QUE ACONTECERÁ NA UNESP EM JABOTICABAL

O GIEU (Grupo de Integração Empresa Universidade) da UNESP Jaboticabal realiza nos dias 07 e 08 de março, a partir das 17h, o I Simpósio de Fruticultura Tropical, voltado a Engenheiros Agrônomos e Produtores da região.

O evento apresentará ao público palestras com renomados profissionais da área, que falarão sobre diversos assuntos relacionados ao tema do simpósio, como o  “Manejo Sustentável nos Pomares: Controle Biológico”, palestra que será ministrada pelo Sócio Fundador e Diretor Presidente da PROMIP, Dr. Marcelo Poletti.

A palestra com Poletti acontecerá amanhã, dia 08 às 17h.

No dia 10 de março será realizada uma viagem técnica para a Fazenda Campo Alegre, em Monte Azul Paulista (com vagas limitadas).

Local: Centro de Convenções – FCAV/UNESP
Acesse o site da inscrição: https://goo.gl/5ECBVY

Controle biológico em pauta: Simpósio de Agronegócio, com participação da PROMIP, discute controle biológico no Manejo de Pragas

A PROMIP participou do “I Simpósio Nacional de Agronegócios em Culturas Intensivas” na última terça-feira (12), organizado pela UNIFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna), realizado na FAAGROH (Faculdade de Agronegócios de Holambra).

A UNIFAJ irá inaugurar um curso de Agronomia no próximo semestre e organizou o simpósio para discutir temas relevantes ao agronegócio. Dentre os participantes haviam estudantes do curso de Horticultura e produtores da região.

PROMIP foi convidada como palestrante no tema “Manejo de Pragas com a introdução do Controle Biológico”. A Dra. Lillian Silveira Pereira, analista de Desenvolvimento de Mercado da empresa, ministrou a palestra e discutiu o tema apresentando princípios do Manejo Integrado de Pragas, conceito de Controle Biológico e o papel de atuação da PROMIP dentro dos macrobiológicos e monitoramento.

“Este simpósio abriu uma porta para nós participarmos de forma atuante em conjunto com a faculdade para ampliar os conhecimentos em controle biológico dos alunos e para nos aproximar dos produtores da região. A PROMIP tem uma história na região de Holambra, foi com os produtores locais que iniciamos os primeiros trabalhos com ácaros predadores e ainda hoje temos uma atenção e um carinho especial com os produtores locais. Com certeza esse evento irá abrir mais oportunidades de mercado para a PROMIP”, relatou Lillian.

“I Simpósio Nacional de Agronegócios em Culturas Intensivas” discutiu temas relevantes ao agronegócio brasileiro

Dra. Lillian Pereira Silveira em sua palestra sobre Manejo Integrado de Pragas e Controle Biológico

Controle Biológico Aplicado é Destaque em Simpósio do Agronegócio que acontecerá em Holambra

A UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna) realiza entre os dias 11 e 16 de dezembro o “I Simpósio Nacional de Agronegócios em Culturas Intensivas”, na FAAGROH (Faculdade de Agronegócios de Holambra).

Este evento que é voltado aos alunos dos cursos de Agronegócio, Engenharia Ambiental e Agricultores da região irá discutir temas relevantes como sustentabilidade, efeitos das mudanças climáticas, empreendedorismo e controle biológico aplicado.

A PROMIP, representada pela Dra. Lilian Silveira Pereira, que atua no setor de Desenvolvimento de Mercado da empresa, participará do evento ministrando a palestra “Manejo de Pragas com a introdução do Controle Biológico”, no dia 12 às 20h15.

“É muito importante levar informação e conscientizar sobre a importância do controle biológico dentro do manejo de pragas, e nós, formadores de opinião e referência na área, temos o dever de mostrar à sociedade seus benefícios”, reforça Lilian.

O Simpósio contará também com a presença do Secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Deputado Federal Arnaldo Jardim, entre outros profissionais e especialistas do agronegócio. A entrada é gratuita.

Em curso para certificação em PIMo, PROMIP apresenta inovações para o controle do ácaro rajado

Realizado pela EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária), o curso de Formação de Responsáveis Técnicos e Auditores da Produção Integrada de Morango (PIMo) entre os dias 23 e 28 de outubro, em Jaguariúna/SP, reuniu 40 participantes, entre produtores, engenheiros agrônomos e outros interessados em receber a certificação em Produção Integrada.

O sistema de Produção Integrada é focado na adequação dos processos produtivos para a obtenção de produtos vegetais e de origem vegetais de qualidade e com níveis de agrotóxicos e contaminantes em conformidade com o que é estabelecido pela legislação.

A programação do curso, separou um dia em especial para tratar sobre a importância do controle biológico, dentro do Manejo Integrado de Pragas, no morangueiro. Com a Produção Integrada do Morango PIMo, a produção do morango evoluiu em todos campos: desde 2004 quando começou a ser difundida e trabalhada as Normas Técnicas Especificas houve a consolidação e organização das melhores e mais atuais respostas das ciências da terra para cada etapa do processo produtivo, o uso dos insumos foi otimizado, racionalizado e integrado a outros conjuntos de tecnologias.

“A base do manejo de pragas na PIMo é o monitoramento constante de pragas e de seus inimigos naturais e a utilização de todas as técnicas e métodos, de forma tão compatível quanto possível, visando manter a população de pragas-chave em níveis abaixo daqueles capazes de causar dano econômico”, explica a Dra. Maria Aparecida Zawadneak pesquisadora na área de Entomologia Agrícola, com ênfase no morangueiro na Universidade Federal do Paraná.

Benefícios do Controle Biológico no PIMo

Além do menor custo para o controle de pragas, a introdução de agentes de controle biológico não apresenta período de carência, fator importante, por se tratar de um fruto com colheita quase que diária. A adoção do controle biológico contribui para uma menor exposição do produtor aos agrotóxicos e ainda para a redução dos riscos de contaminação ambiental e de frutos.

“Na PIMo, há a geração de morangos de alta qualidade, seguros e sustentáveis sob os aspectos ambiental, social e econômico”, reitera Maria Aparecida.

O morango está entre as culturas que mais se utiliza agrotóxicos para o controle de pragas, logo, o controle biológico é uma das principais alternativas de manejo de insetos e ácaros pragas bem como de doenças para que haja uma produção mais limpa e sustentável, conforme o Dr. Marcos Botton, da EMBRAPA Uva e Vinho.

“Devido as características desse sistema de produção, ambiente protegido, cultura de consumo in natura, demanda por produtos “livres” de contaminação química, o controle biológico passa a ser uma das prioridades para o manejo de insetos pragas e doenças, seja para manejar populações resistentes aos agrotóxicos sintéticos bem como para controlar insetos e ácaros pragas visando a produção de alimentos com ‘resíduo zero’”, afirma.

O CEO da PROMIP, Marcelo Poletti, foi um dos ministrantes do curso, falando sobre o manejo do ácaro rajado nos morangueiros e apresentando as soluções desenvolvidas pela empresa em controle biológico. A PROMIP, considerada a primeira biofábrica do Brasil, tem em sua linha de produtos dois agentes biológicos de controle ao ácaro rajado: o NEOMIP Max e o MACROMIP Max.

Na sede da EMBRAPA Meio Ambiente, em Jaguariúna (da esquerda para direita): Luiz Guilherme R. Wadt (Embrapa Meio Ambiente), Adriane Bortolozzo (Consultora), Volnei Pauletti (Universidade Federal do Paraná), Maria Aparecida Cassilha Zawadneak (Universidade Federal do Paraná), Fagoni Fayer Calegario (Embrapa Meio Ambiente), Marcelo Poletti (Promip), Marcos Botton (Embrapa Uva e Vinho) e Nivea Maria Vicentini (Embrapa Gado de Leite).

Marcelo Poletti, CEO da PROMIP, faz sua apresentação durante o curso.

Marcelo Poletti apresenta os benefícios do uso de ácaros predadores no controle do ácaro rajado nas culturas de morango.

Benefícios do uso de biológicos são apresentados em evento para produtores de morango

No último dia 24 (de outubro), a PROMIP realizou uma palestra à produtores de morango em Bom Repouso, região sul de Minas Gerais, apresentando os benefícios do uso do controle biológico no cultivo de morango. A região é responsável por cerca de 60% da produção de morango no país.

O uso de controle biológico, dentro do Manejo Integrado de Pragas é uma estratégia que tráz muitos benefícios e levar essas informações ao produtor é muito importante, segundo Letícia Melo, consultora agrícola, uma das palestrantes do dia.

“É muito importante enfatizar essas informações, além da grande economia com a utilização de defensivos e pulverizacoes que na maioria das vezes não trazem resultados significativos, a utilização de controle biológico na propriedade traz inúmeros benefícios entre eles a segurança alimentar para quem consumirá, a saúde do produtor e claro a preservação ambiental. O resultado é espectacular”, afirma.

Uma das pragas que atacam o morango e preocupam os produtores, é o ácaro-rajado, a espécie está presente em quase todos os países, alimentando-se de grande diversidade de plantas. No morangueiro, atacam as folhas em sua face inferior onde tecem teia, ocasionando manchas branco-prateadas. Na face superior, áreas de início cloróticas, tornam-se bronzeadas. Quando o ataque é intenso, as folhas secam e caem, podendo causar a morte da planta.

Para o controle desta praga, a PROMIP oferece dois produtos: o Neomip Max e o Macromip Max, que contém os ácaros predadores Neoseiulus californicus e Phytoseiulus macropils, respectivamente.

O ácaro contido no Neomip Max, se alimenta preferencialmente do ácaro-rajado, mas também podem se alimentar de outras espécies de ácaro, o que fazem dele a opção ideal na fase inicial de infestação e para longo controle residual.

Por sua vez, o Macromip Max têm sua alimentação exclusivamente do ácaro-rajado, por isso, é bastante eficaz quando há alta infestação da praga na lavoura. Ambas as soluções foram apresentadas pelo Dr. Roberto Konno, diretor de produção da PROMIP.

Dr. Roberto Konno e Leticia Melo dando abertura ao evento.

Leticia Melo explicando a importância do uso do controle biológico dentro do Manejo Integrado de Pragas.

Durante sua ministração na palestra, o Dr. Roberto Konno mostra um vídeo de como os ácaros predadores Neomip e Macromip agem.

Produtores de morango de Bom Repouso/MG marcaram presença no evento.

Inovações Promip são apresentadas para produtores de morango no Sul de Minas Gerais

No dia 26 de outubro (quinta-feira), a PROMIP participou do “Workshop Cultivo de Morango”, em Bom Repouso/MG. O workshop mostrou soluções ao produtor de morango em sistema de cultivo protegido hidropônico e semi-hidropônico, entre elas, o uso de controle biológico dentro do MIP (Manejo Integrado de Pragas).

Segundo o gestor de Desenvolvimento de Produtos Biológicos da PROMIP, o Dr. Roberto Konno, o morango está em segundo lugar dentre os produtos que mais utilizam agrotóxicos, no qual, um dos grandes problemas é a falta de produtos registrados, que afetam na segurança do produto.

“Infelizmente o morango é muito lembrado por isso (uso de agrotóxicos), é preciso tirar o morango desta posição, por isso, o controle biológico é muito importante na luta contra as pragas e para um fruto de melhor qualidade” diz.

Durante o workshop, Andres da Silva, engenheiro agrônomo, sócio fundador da EACEA enfatizou a importância do MIP dentro do cultivo protegido.

“Muitas vezes o produtor toma decisões para o controle da praga sem levar em consideração outros fatores que acabam sendo prejudiciais em outros aspectos, ele não pode pensar apenas na praga, tem que pensar em todo o manejo da planta, discutir o assunto em evento como este é muito importante, pois é um aprendizado para todos”.

Sócio-fundador da EACEA, Andres da Silva, em sua fala de abertura do evento realizado em Bom Repouso/MG.

Dr. Roberto Konno apresenta as soluções da PROMIP para o controle biológico dentro do Manejo Integrado de Pragas.

Palestra apresentou também soluções em embalagens para melhorar armazenamento e transporte dos morangos.

Participante da palestra lendo um dos folders da linha de produtos da PROMIP.

Produtores e palestrantes reunidos para foto oficial do evento realizado na Pousada Nossa Senhora das Graças em Bom Repouso/MG.

© 2018 Promip.