x
 INSTITUCIONAL
 PRODUTOS
 SERVIÇOS
 EXCLUSIVO
 ARTIGOS
 IMPRENSA
 AGRICULTURA
 MIP
 +55 19 99910-1858
x
NEOMIP MAX
MACROMIP MAX
STRATIOMIP
TRICHOMIP-P
TRICHOMIP-G
Eficácia e Praticabilidade Agronômica
Estudos de Resíduos Químicos
MIP
Seletividade (Organismos Não Alvo)
Menu E-Commerce Busca
 
 

Você está em: Imprensa

 
 
 
 
2017-12-01
Estas são as 3 áreas que serão afetadas pela tecnologia em 2018
 
 

(Imagem: Reprodução/ThinkStock)

São Paulo – Três áreas serão especialmente impactadas pela tecnologia em 2018 no mercado brasileiro, de acordo com Marcelo Porto, presidente da IBM no país.

“Tem três segmentos em que o market share de qualquer empresa de tecnologia é ridículo no Brasil: agronegócio, saúde e educação”, disse Porto.

Para ele, apostar nesses segmentos pode garantir o crescimento de empresas do ramo. “O agronegócio é sólido neste país, a educação está passando por uma transformação e saúde é um segmento no qual podemos ajudar muito”, disse o presidente da IBM, ao indicar o futuro da empresa.

Com sua tecnologia de computação cognitiva chamada Watson, que visa auxiliar profissionais por meio de análise de grandes volumes de dados e tem interações em língua portuguesa, a companhia já atua hoje no hospital do Câncer Mãe de Deus, em Porto Alegre, para ajudar médicos a tomarem decisões com base em informações sobre o câncer. Ele contém mais de 15 milhões de dados científicos, incluindo 300 artigos e 200 estudos. Em breve, um hospital do Nordeste também irá adotar o Watson for Oncology no Brasil.

No setor de agronegócio, startups e empresas se posicionam como otimizadores de produção e lucratividade. Alguns exemplos são a Horus Aeronaves, a Promip e a AgroTools, que buscam extrair inteligência a partir de dados coletados com sensores, drones e câmeras.


Fonte: Exame

 
 
 
voltar para home
 
Estas são as 3 áreas que serão afetadas pela tecnologia em 2018
2017-12-01

(Imagem: Reprodução/ThinkStock)

São Paulo – Três áreas serão especialmente impactadas pela tecnologia em 2018 no mercado brasileiro, de acordo com Marcelo Porto, presidente da IBM no país.

“Tem três segmentos em que o market share de qualquer empresa de tecnologia é ridículo no Brasil: agronegócio, saúde e educação”, disse Porto.

Para ele, apostar nesses segmentos pode garantir o crescimento de empresas do ramo. “O agronegócio é sólido neste país, a educação está passando por uma transformação e saúde é um segmento no qual podemos ajudar muito”, disse o presidente da IBM, ao indicar o futuro da empresa.

Com sua tecnologia de computação cognitiva chamada Watson, que visa auxiliar profissionais por meio de análise de grandes volumes de dados e tem interações em língua portuguesa, a companhia já atua hoje no hospital do Câncer Mãe de Deus, em Porto Alegre, para ajudar médicos a tomarem decisões com base em informações sobre o câncer. Ele contém mais de 15 milhões de dados científicos, incluindo 300 artigos e 200 estudos. Em breve, um hospital do Nordeste também irá adotar o Watson for Oncology no Brasil.

No setor de agronegócio, startups e empresas se posicionam como otimizadores de produção e lucratividade. Alguns exemplos são a Horus Aeronaves, a Promip e a AgroTools, que buscam extrair inteligência a partir de dados coletados com sensores, drones e câmeras.


Fonte: Exame

 
 
voltar

 
© 2017 PROMIP. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Sopa de Ideias
 
10 anos de PROMIP
FICOU INTERESSADO EM NOSSAS SOLUÇÕES?
FALE COM A PROMIP
Nome: E-mail: Mensagem:
Linkedin Facebook Instagram Youtube
Voltar
© 2017 PROMIP.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Sopa de Ideias